sábado, 22 de junho de 2013

Pra quê tanta rebeldia.

Rebeldia: um problema que não pode ser despercebido.

Provérbios 4:1-10
"Ouvi, filhos, a correção do pai, e estai atentos para conhecerdes a prudência.


Pois dou-vos boa doutrina; não deixeis a minha lei.
Porque eu era filho de meu pai; tenro, e único em estima diante de minha mãe.
E ele ensinava-me, e dizia-me: Retenha as minhas palavras o teu coração; guarda os meus mandamentos, e vive.
Adquire a sabedoria, adquire a inteligência, e não te esqueças nem te apartes das palavras da minha boca.
Não a desampares, e ela te guardará; ama-a, e ela te conservará.
A sabedoria é a coisa principal; adquire, pois, a sabedoria; sim, com tudo o que possues adquire o conhecimento.
Exalta-a, e ela te exaltará; e, abraçando-a tu, ela te honrará.
Dará à tua cabeça um diadema de graça, e uma coroa de glória te entregará.
Ouve, filho meu, e aceita as minhas palavras, e se te multiplicarão os anos de tua vida."


O que se passa na cabeça desses jovens de hoje? Preferem seguir modinhas do que seguir Jesus!


Rebeldia: essa palavra tem se tornado uma dor de cabeça constante na vida de pais preocupados, com o rumo que seus filhos estão tomando.
Geralmente, jovens influenciados pela mídia, e convivendo com más amizades, preferem dá ouvidos à seus "amigos" do que os próprios pais. Tatuam o corpo, colocam piercings, ingerem bebidas alcoólicas, consomem drogas, vão à festas, só para poderem ser aceitos em seus grupinhos de amizades, tendo uma sensação de liberdade, porém esta liberdade é falsa. ]

A primeira coisa que veem em mente desses jovens é:"Ah! Esses coroas estão me reprimindo. Eu quero é viver a vida, a vida é curta!". Ao tomar esta atitude, acabam indo para um caminho sem volta, trazendo vergonha e tristeza para o coração dos seus familiares.





Mesmo desfrutando das coisas mundanas,
a sensação de vazio e solidão é eminente. 

Isso me faz lembrar a parábola do filho pródigo, que se encontra em Lucas 15:11-32
"E disse:Um certo homem tinha dois filhos,
E o mais moço deles disse ao pai: Pai, dá-me a parte de bens que me cabe. E ele lhes repartiu os haveres.
Recebendo sua herança, que mais tarde iria ser gasta com promiscuidades.

E, poucos dias depois, o filho mais novo, ajuntando tudo, partiu para uma terra distante, e ali desperdiçou todos os seus bens, vivendo dissolutamente.
E, havendo ele gastado tudo, houve naquela terra uma grande fome, e começou a padecer necessidades.
E foi, e chegou-se a um dos cidadãos daquela terra, o qual mandou para seus campos a guardar os porcos.
E desejava encher o estômago com as alfarrobas que os porcos comiam, mas ninguém lhe dava nada.
Diante daquela situação, ele resolve dá um basta!

E, tomado de si, disse: Quantos trabalhadores de meu pai tem pão com fartura, e eu aqui morro de fome!
Levantar-me-ei, e irei ter com o meu pai, e lhe direi: Pai, pequei contra o céu e contra ti; 
já não sou digno de ser chamado de filho; trata-me como um de teus trabalhadores.
E levantando-se, foi para seu pai. Vinha ele ainda longe, quando seu pai o avistou, e, compadecido dele, correndo, o abraçou, e o beijou.
E o filho lhe disse:  Pai, pequei contra o céu e contra ti; já não sou digno de ser chamado de filho; 
"Pai pequei contra o céu e contra ti." O reconhecimento do erro do filho,
 e o amor incondicional de um pai.

O pai, porém, disse aos servos: Trazei depressa a melhor roupa, vesti-o, ponde-lhe um anel no dedo e sandálias nos pés;
trazei também e matai o novilho cevado. Comamos e regozijemos.
porque este meu filho estava morto e reviveu, estava perdido e foi achado. E começaram a regozijar-se.
Ora, o filho mais velho estivera no campo; e, quando voltava, ao aproximar-se da casa, ouviu música e as danças.
Chamou um dos criados e perguntou-lhe o que era aquilo. E ele informou: Veio teu irmão, e teu pai mandou matar o novilho cevado, porque o recuperou com saúde. 
Ele se indignou e não queria entrar, saindo, porém, o pai, procurava conciliá-lo.
Mas ele respondeu a seu pai: Há tantos anos que te sirvo sem jamais transgredir uma ordem tua, e nunca me deste um cabrito sequer para alegrar-me com meus amigos;
vindo, porém, esse teu filho, que desperdiçou os teus bens com meretrizes; tu mandastes para ele um novilho cevado.
Então, lhe respondeu o pai: Meu filho, tu sempre estás comigo; tudo o que é meu é teu.
Entretanto, era preciso que nos regozijássemos e alegrássemos, porque esse teu irmão estava morto e reviveu, estava perdido e foi achado."



Ler a Bíblia e buscar a Deus é mais que necessário...
É um dever!

 Lindo ensinamento Bíblico.
Devemos usar nossa mocidade em favor do Senhor Jesus Cristo, pois, vejo tantos jovens que perdem suas vidas em festas, em bebedeiras, no envolvimento com drogas. II Timóteo 4:12 adverte:
"Ninguém despreze a tua mocidade; mas sê o exemplo dos fiéis, na palavra, no trato, na caridade, no espírito, na fé, na pureza."


A vida com Cristo é muito mais feliz!

Amados irmãos, Usemos nossa juventude para sermos puros no Senhor Jesus, que morreu naquela cruz por nossos pecados. Nada de seguir modinhas como as que a mídia sempre promove. Seja você mesmo. Não vá pela cabeça dos outros, pois, possa ser que não haja volta. Seja um adorador de Deus desde a tua mocidade, para que não te arrependas na tua velhice.

Fique com a paz do Senhor e que esta paz fique em nossos corações para sempre.
Amém.

                                                                                       Sandreanny Crystine 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

❀¸¸.*♥*.¸¸.*☆ ❀
Não vai embora sem deixar seu comentário.
Sua opinião é muito importante para mim!♥
❀ ¸¸.*♥*.¸¸.*☆❀