terça-feira, 10 de setembro de 2013

Oséias, um exemplo de amor verdadeiro...

Pensando no que ia escrever ultimamente no blog, resolvir dá uma paradinha, para arrumar alguns assuntos pendentes: faculdade, tarefas de casa, igreja, assuntos de família, enfim, colocar tudo nos eixos. Refletindo um pouco na fascinante Palavra de Deus, e lendo o livro do profeta Oséias, descobrir uma história maravilhosa do que significa amar e perdoar mesmo com o coração quebrado por tantas mágoas...
Uma dura e linda lição, a respeito da manifestação do amor de Deus.


Oséias vivia em uma época em que Israel afastou seu coração, completamente do Senhor Deus. Foi então, que Deus ordenou para que Oséias tirasse uma prostituta do meio do povo e casasse com ela:
''O princípio da palavra do Senhor por meio de Oséias. Disse, pois, o Senhor a Oséias: Vai, toma uma mulher de prostituições, e filhos de prostituição; porque a terra certamente se prostitui, desviando-se do Senhor.'''Oséias 1:2


 Mesmo sendo uma ordem um tanto diferente, Oséias obedeceu, achou e casou com uma prostituta chamada Gômer, filha de Dimblaim. A vida de um homem quando casa, depende de como sua esposa a transforma, se ela irá transformar a vida do marido no paraíso, ou no próprio inferno. Digamos que a vida deles, não era nenhum tanto bonita. Eles não ouviam elogios, quando saíam nas ruas, tais como: "que casal bonito", ou "que casal feliz". Talvez, as pessoas, olhassem para eles, abismados, com a coragem dele, por casar com uma meretriz.
Na vida de Oséias não havia mar de rosas, pois a mulher com quem casara, já era corrompida, impura, deitara em muitas camas, se entregara a muitos homens, em troca de dinheiro, mas, mesmo assim, fico imaginando Oséias tentando mudar aquela mulher, que só pensava em riquezas e em uma vida de rainha. Ele amava ela. Para ele, Gômer devia ser a mulher mais linda, um lírio, uma joia, embora a realidade demonstrasse ao contrário.
Não era nada fácil, para ele, como profeta e homem de Deus, casar com uma mulher que não lhe dava um pingo de valor. Não há muitos detalhes sobre Gômer, mas, pelo que podemos notar em alguns versículos, que ela era uma esposa fria e desprezava o marido. Você deve está pensando: "porque Deus casou seu servo com alguém, que não faz parte de seu rebanho"?. Tudo na nossa vida, Deus tem um propósito, e o propósito que Ele queria mostrar ao profeta, era o quanto Israel, se tornara abominável, depravada, cega por luxúrias, suja, servindo a deuses estranhos, e incapaz de amar ao Senhor novamente, assim como a esposa de Oséias... Não foi uma espécie de castigo para Oséias. Deus não estava o castigando, mas, simplesmente, isto foi mais um dos imensos planos de Deus.  

Oséias era um homem ocupado. Claro, que como homem de Deus, ele queria que a nação de Israel, se voltasse para Deus, e se arrependesse dos pecados, ou então, teriam um destino horrível. Sendo ocupado e com uma missão tão díficil, é claro que não sobrava tempo para a esposa, que insatisfeita com a vida que levava, buscava calor em outros braços, buscava amor, em seus amantes. E Oséias sempre a esperava regressar ao lar.
 Foi então que Gômer deu à luz um bebê. Para Oséias isso seria uma renovação de esperança. Talvez quando ele segurou aquele menino nos braços, deve ter raciocinado que agora que eles tinham uma criança, Gômer poderia o amar e ser então, uma família, mas... 
"E disse-lhe o SENHOR: Põe-lhe o nome de Jizreel; porque daqui a pouco visitarei o sangue de Jizreel sobre a casa de Jeú, e farei cessar o reino da casa de Israel" Oséias 1:4.
Jizreel significa Na língua hebraica "Jizreel" significa "se livrar de alguma coisa", deixar algo de lado. Era também o nome de uma cidade que havia desempenhado um papel trágico na história de Israel. A terrível apostasia sob o Rei Acabe e a Rainha Jezabel havia chegado a um desfecho ameaçador, quando a rainha foi atirada de uma janela do seu palácio e o seu corpo foi devorado por cães, nas ruas de Jizreel.

Então quando Deus disse a Oséias que chamasse o seu filho de Jizreel, ele estava tornando o garoto e sua família, uma lição ilustrativa da relação de Deus com o seu povo. Desse modo, Jizreel era um lembrete a Israel do relacionamento de Deus com o seu povo. Cada vez que Oséias chamasse o seu filho para brincar, cada vez que o chamasse no mercado, esse nome iria soar aos ouvidos de um judeu piedoso como uma nefasta lembrança de que no passado Deus havia sido fiel para lidar com o pecado da nação.

Contudo, apesar do filho pequeno, Gômer não mudou.

"E tornou ela a conceber, e deu à luz uma filha. E Deus disse: Põe-lhe o nome de Lo-Ruama; porque eu não tornarei mais a compadecer-me da casa de Israel, mas tudo lhe tirarei" Oséias 1:6.
 Este nome significa "DESGRAÇA" ou "sem misericórdia".

Depois que Lo-Ruama foi desmamada, Gômer gerou uma terceira criança - o segundo filho. Por ordem de Deus este foi chamado Lo-Ami.

Esses três nomes dos filhos de Oséias significam duas coisas. Primeiro, eles nos dão um esboço do que iria acontecer à nação de Israel. Segundo, eles nos dão um relance quanto ao que iria acontecer com a família do profeta. Pois este terceiro nome Lo-Ami, significa NÃO-MEU-POVO. Mostram que em sua amargura e sofrimento de coração, Oséias foi dominado por uma suspeita que se tornou uma certeza condenatória de que essas crianças geradas em seu lar não eram de modo algum seus filhos legítimos!


Apesar de Gômer viver em adultério, Oséias não optou pelo divórcio. Ela então, foi embora e deixou os três filhos para Oséias cuidar e foi morar com o amante, que na opinião dela, lhe dava tudo, enquanto ele, ficou com a dura lição de cuidar do filhos, que obviamente, não eram seus. Agora, ele seria pai e mãe daquelas crianças. E assim, Gômer, conseguiu de vez, destruir o lar:
''Porque sua mãe se prostituiu; aquela que os concebeu houve-se torpemente, porque diz: Irei atrás de meus amantes, que me dão o meu pão e a minha água, a minha lã e o meu linho, o meu óleo e as minhas bebidas.''Oséias 2:5
Talvez ela tivesse sido iludida por promessas de alimentos exóticos e roupas excitantes. Mas, como sempre acontece com as pessoas que trilham esse desastroso caminho, que a princípio parece conduzir às alturas, de repente muda e cai até às profundezas. Mas, parece-me, que seu amante, não queria sustentar Gômer. Oséias soube e levou ouro e prata para que a esposa infiel não passasse fome naquele lugar. Fico imaginando a cena do amante trazendo roupa e comida, comprado com o dinheiro de Oséias, e Gômer abraçando o crápula, tratando-o como o herói da história, e em algum lugar, Oséias vendo a cena e entristecendo ainda mais seu pobre coração de marido sofrido.

No Capítulo 3 descobrimos o último ato deste admirável drama da redenção. Não apenas Gômer caiu nas mãos de um homem incapaz de prover suas necessidades. Ela agora caiu nas mãos de um homem que não queria provê-las. Evidentemente, esse homem decide vendê-la como escrava. Alguns historiadores contam que quando uma mulher era oferecida num leilão de escravos, ela era despida de suas vestes e forçada a permanecer de pé diante da multidão curiosa. Um grande ato de humilhação moral. Foi evidentemente para esse lugar que Gômer fora levada e para lá Oséias fora chamado.
Vocês podem imaginar o cochicho da multidão e o comentário que ia de boca em boca, quando esta viu Oséias. As pessoas diziam: "Ele veio para observar o que ela merecia. Ele veio para observar o seu castigo".
 Começa as ofertas:  Alguém oferece dez peças de prata, outro oferece doze. E Oséias diz: "dou quinze peças de prata". Alguém mais diz: "dou quinze peças de prata e um feixe de cevada". Oséias diz: "dou quinze peças de prata e um feixe e meio de cevada". Soa o martelo e Oséias se apressa em redimir a esposa.
"E comprei-a para mim por quinze peças de prata, e um ômer, e meio ômer de cevada" Oséias 3:2.
As pessoas ali presentes, devem ter imaginado: ''Ele vai castigá-la, pois ela foi adúltera. Ele com certeza, vai humilhá-la e tratá-la como escrava''. Mas Oséias não comprou sua esposa a fim de puni-la, mas para redimi-la.

"E ele lhe disse: Tu ficarás comigo muitos dias; não te prostituirás, nem serás de outro homem; assim também eu esperarei por ti" Oséias 3:3.

O que Oséias está sugerindo é : "Tu serás a minha mulher e eu serei o teu marido".
 A primeira lição de Oséias é esta: se você fosse servir a Deus, de hoje até o dia de sua morte, ele não o amaria mais do que o ama agora. Porque Deus não o ama por causa do que você faz. Deus o ama apesar do que você faz.

Somos supremamente amados e porque temos sido tão amados, retribuímos com adoração, serviço, amor e louvor.

A segunda lição talvez seja para homens e mulheres que absolutamente não conhecem a Deus e jamais colocaram sua confiança em Cristo. É uma lição para pessoas de corações partidos e lares desfeitos, com sonhos desfeitos e vidas destruídas. É uma lição para aqueles que das profundezas de suas almas clamam na escuridão da noite: "onde está Deus? Onde está Ele para que eu possa encontrá-Lo?"
A resposta do livro de Oséias é: "Deus não está perdido, você é quem está".
O casamento desfeito deles, se tornou restaurado por Deus. Nada é impossível para Deus. Você deve agora, está passando por angústias e decepções, mas, Deus já planejou a tua vitória, só para te fazer feliz.

Amados irmãos, Antes de se zangar com uma mulher como Gômer, gostaria de lembrar-lhe que você e eu temos feito exatamente isso com Deus. É de Sua mão que recebemos o dom da vida. Dele temos recebido o alimento para nossas mesas e as vestes para nossos corpos. Contudo, quão depressa agradecemos a todos e a tudo, exceto a Deus, que no-los deu. Agradecemos aos amigos, ao governo, agradecemos o nosso vigor físico, a tudo e a todos, exceto a Deus, de quem provêm as bênçãos. Quando estávamos no mundo, cegos pelo seus "encantos" e vaidade não dávamos a mínima para Deus e nem queríamos saber da Sua palavra. Então, fomos comprados, por um preço justo. Assim como Oséias não desistiu de Gômer, assim é Deus para com os pecadores. Ele jamais desiste de Seus filhos. Ele te ama, Ele te chama, Ele quer te salvar...

Fiquem na paz do Senhor, e que esta paz esteja em nossos corações para todo o sempre.

Amém.

Sandreanny Crystine.




5 comentários:

  1. espero que tenham gostado deste artigo, que demorou tanto tempo para sair. rsrs
    beijos.

    ResponderExcluir
  2. que história fascinante. o amor de Deus
    sempre nos surpreendendo.

    ResponderExcluir
  3. Paz de JESUS CRISTO SALVADOR amada !!!
    Edificante sua postagem!!
    DEUS continue te inspirando!
    Um abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. oi Ana querida, um abraço também amada.
      beijos.

      Excluir
  4. Parabéns, que texto lindo! Deus te abençoe.

    ResponderExcluir

❀¸¸.*♥*.¸¸.*☆ ❀
Não vai embora sem deixar seu comentário.
Sua opinião é muito importante para mim!♥
❀ ¸¸.*♥*.¸¸.*☆❀