Testemunho de Vandreanny Crystine ♡

Olá amados leitores do blog, venho trazer hoje para vocês, um testemunho da minha irmã: Vandreanny Crystine.Ela também é autora da série aqui do blog.  Ela vai nos contar seu testemunho de fé e conversão. Vamos aos seu testemunho:


"Olá, como já viram, meu nome é Vandreanny, tenho 14 anos e digamos que minha infância não foi muito feliz.  Quando eu tinha seis anos via meus pais beberem e brigarem que nem loucos. Aquilo me deixava triste e eu queria que aquelas brigas parassem. Só queria ter uma família normal que me protegesse. 

Na escola, a rotina era pior. Eu era uma menina muito solitária.  As meninas, que se achavam lindas, me achavam esquisita e não gostavam de falar comigo, me chamavam de magrela, girafa, poste. Elas não sabiam o quanto aquilo doía. Meu coração ficava em pedaços...

 Meu único consolo, era chegar em casa e conversar com a minha maninha. Eu gostava muito de assistir desenhos animados, filmes sobre princesas e finais felizes. Sempre considerei minha irmã, a minha melhor amiga. Tínhamos tudo em casa, mas, faltava amor entre nossos pais. Eles me tratavam mal, diziam que era pra nunca eu ter nascido, que eu estraguei a vida deles. Eles não sabiam o quanto aquilo doía...

Alguns anos depois, as brigas aumentaram e meu pai foi embora de casa. Por quanta disso, eu não tinha ânimo para brincar, minhas notas caíram, e na hora do intervalo eu chorava no banheiro da escola. Quando chegava em casa triste, Sansan me consolava e dizia:- Vai passar, papai vai voltar para casa. Não chore!  Nesse tempo, duas meninas da escola quiseram ser minhas amiguinhas e eu gostava muito delas. Elas eram gentis comigo. Eu pensava que talvez, daqui pra frente, tudo desse certo.

Só que o pior estava por vim...

Mamãe foi para uma festa e começou a namorar um cara, e quando menos esperei, ele já estava debaixo do nosso teto. Ela não ligava para o que eu estava sentindo, e quando me via chorando me chamava de fresca. Fui me afundando cada vez mais na tristeza... Eu nunca gostei no namorado dela, ele era um mau caráter.

Ela bebia cerveja com ele, ia para festa voltava tarde e deixava eu e minha irmã sozinhas em casa. Até que em um certo dia, no aniversário da minha irmã, o namorado dela bateu na nela. A cara dela ficou deformada... Fomos embora da nossa antiga casa para que ele não a perseguisse... Deixei para trás  a minha casa, escola, as minhas únicas amiguinhas.


Fomos morar em um bairro cheio de marginais, traficantes e drogados,  e pensava: 'Porque mamãe está fazendo isso com a gente? Porque ela me faz sofrer?' Um dia o namorado dela ligou arrependido e ela foi correndo, levando a gente pra morar com ele. 

Depois disso, minha vida só foi humilhação...

Para poder comer, eu tinha que chamá-lo de papai, senão eu ficava com fome. Mamãe via e não fazia nada, só concordava com ele. Minha irmã fazia faculdade e como ela chegava cansada, eu nunca contei para ela. Quando ela ia jantar eu jantava junto. De novo, mudei de escola, e lá era esquisito, as meninas eram reprovadas e não queriam falar comigo, porque me acham muito criança.

Um dia, minha irmã brigou com o namorado da nossa mãe, e a briga foi tão feia que ela foi embora de casa. Eu implorei para ela não ir, mas, ela disse: - Se eu ficar Va, eu mato ele. E ela foi embora no outro dia. Eu xingava ela na minha mente: 'Aquela covarde me abandonou. Estou sozinha! Meu pai foi embora e agora minha única amiga...' A gente só se falava por telefone. Ela foi morar na asa do noivo dela, um rapaz super gente boa e em alguns fins de semana, eu passava dias na casa deles. Eu queria muito morar lá, mas, ela dizia que o orçamento era curto demais...

Aí eu conheci uma menina super legal chamada Lili. A gente ia para a escola juntas, e ela me convidada para a igreja, nossa eu me sentia tão bem! Eu passava muito tempo na igreja. Eu ficava na escolinha aprendendo sobre a Bíblia, depois fiz parte do grupo de jovens. Em pouco meses eu me batizei e comecei a trabalhar nos projetos da igreja. Eu não queria ir mais para casa, sentia que na igreja era meu lugar, lá meus problemas iam embora...

Daí minha mãe, me proibiu de sair com Lili para a igreja. Eu discutir feio com ela, o namorado dela se meteu e eu discutir com ele também. Eles me colocaram de castigo: um mês sem comer. Eu comia na casa do pastor e na casa da Lili. Ela me perguntou se eu queria denunciar minha mãe e meu padrasto e eu disse que não. Que eu tinha medo de ver minha mãe presa.

Uma vez minha irmã, veio me buscar (o namorado da minha mãe tinha viajado) para eu passar as férias lá na casa dela e brigou com mamãe porque estava deixando eu passar fome. Mamãe falou que eu estava respondona e que aquilo era castigo. E falou que ia dar minha guarda para vovó. Sansan pegou minhas coisas e eu passei  as melhores férias da minha vida na casa dela.

Quando acabou as férias, fui morar na casa da vovó e reencontrei meu pai. Fiquei tão feliz por vê-lo de novo! Ele me comprou roupas novas, e me colocou em uma nova escola, de novo mudei de escola. Ele disse que não sabia o que estava acontecendo e quando ligava, mamãe desligava o celular ou mentia dizendo que eu e Sansan não queria falar com ele.


Minha vó me levou para a igreja, e a igreja dela, era a mesma que eu ia. Não demorou muito para eu fazer novas amizades. As menias da igreja são super legais comigo e gostam de conversar comigo. Na escola também deu tudo certo, tenho amigos e minhas notas estão melhores, faço a sétima serie.

Não sei o que houve com minha mãe. só converso com ela por celular e não tenho raiva do que ela fez comigo, tenho pena dela...

Ah, sim! Eu já sou tia de um menino maravilhoso chamado Ezequiel...

Bem, esse é o meu testemunho espero que tenham gostado. Lembre-se que nenhuma dor resiste ao amor  de Deus.

Agora, meu coração não dói mais...

Beijinhos e fiquem na paz de Deus."

    Vandreanny Crystine 

Comentários

  1. Muito linda. O que importa eh q tu tens Deus na vida.

    ResponderExcluir
  2. Respostas
    1. Feliz aniversário Vandreanny ♡*(^O^)*♡

      Excluir
  3. Lindo testemunho. Que Deus te der vitória

    ResponderExcluir
  4. Como é lindo ver que mesmo na dificuldade, essa menininha jamais deixou a sua fé em Deus. ^_^

    ResponderExcluir
  5. Chorei em algumas partes...

    ResponderExcluir
  6. nossa que testemunho... tocou meu coração. Deus pode todas as coisas na vida dessa garotinha. amém....

    ResponderExcluir
  7. sem palavras... por isso que eu amo esse blog .... ⓛⓞⓥⓔ (^ω^)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Mannuela é sempre bom ver vc por aqui :)

      Excluir

Postar um comentário

❀¸¸.*♥*.¸¸.*☆ ❀
Não vai embora sem deixar seu comentário.
Sua opinião é muito importante para mim!♥
❀ ¸¸.*♥*.¸¸.*☆❀

Postagens mais visitadas