domingo, 20 de setembro de 2015

Dica de filme: O Toque

Há quanto séculos não dou uma dica de filme né? Aqui vai um filme que amei!!! Leia tudinho meus amores! 

Nome Original: The Touch
Gênero: Gospel
Duração: 01:27:32
Classificação Etária: 10 anos

Sinopse:


Ao decorrer de sua vida, Hannah (Kristia Knowles) vivencia diversas experiências ruins, que deixam feridas profundas e um vazio imensurável em seu ser. No entanto, ao experimentar O Toque de Cristo, sua vida passa por uma incrível transformação.


Sobre o filme:

O filme começa com uma mulher loira, de aparência acabada entrando em uma cadeia. Ela fora presa por desacatar um policial e por portar drogas em seu carro. Porém, as drogas não eram suas e sim de sua namorado. Sem ter como provar, ela passa dias na prisão.

Hannah é uma mulher problemática, fria e metida a durona. Contudo, sua personalidade nunca fora assim. Ela se tornou isso devido à consequentes traumas em sua infância e adolescência.

Em contraste com Hannah, existe no filme uma serva de Deus chamada Wanda (nome da minha mãe rsrs) que dá estudos bíblicos para as presidiárias. Wanda até tenta convencer Hannah a se abrir com Deus, porém vemos que a loirinha não gosta de Deus e não quer saber dele. Ela destrata Wanda e não quer saber de estudos bíblicos.

Wanda também tem um projeto para a igreja local, em retirar mulheres das ruas e mulheres que não tem lar e colocar em um abrigo seguro. Mas, o projeto dela precisa de muito investimento. Alguns membros discordam dela, pois acham perda de dinheiro e que as mulheres da prisão, são almas perdidas. Wanda não liga para esses comentários, e com o apoio do pastor e de um membro da igreja fiel (uma senhora idosa muito gentil) consegue dinheiro para construir o abrigo.

Hannah passa muito tempo na cadeia e até tenta mudar de opinião, em aceitar os estudos bíblicos de Wanda, somente para poder sair daquela prisão. Daí, o namorado dela aparece e paga a fiança por ela. Porém, aquilo não sairia de graça. Ele exige que Hannah vá trabalhar como stripper em um bar, para quitar a dívida que ele acumulou com as drogas que perdeu.

Hannah acha indigno aquele trabalho, e tenta procurar outro que seja no mínimo decente. Como ela demora para conseguir um outro trabalho, o namorado dela sugere que ela seja uma prostituta. Revoltada com aquelas palavras, Hannah briga com o namorado e ele, a expulsa de sua própria casa.

Em pouco dinheiro ela vai dormir em um hotel, e consegue um emprego. No entanto, como ela tem a ficha suja por desacatar um policial e por ter drogas no carro, logo o seu patrão a despede. Hannah fica desesperada e chora, achando que ninguém no mundo se importa de verdade com ela.

Logo após, o carro de Hannah apresenta um defeito (essa Hannah vou te contar...). Um mecânico nojento lança uma proposta de que, se ela fosse para a cama com ele, consertaria o carro pela metade do preço. Indignada, Hannah vai embora da oficina, deixando seu carro, chorando muito, pois aquela conversa do mecânico lembrou um trauma forte do seu passado.

Em seu quarto de hotel, Hannah se vê sem saída, com o seu mundo em ruínas e com pessoas que só querem a usar. Ela não vê outra alternativa senão tirar a própria vida. Ela toma vários remédios, misturados com vodca e acaba tendo uma forte convulsão. Porém, o rapaz que cuidava do hotel, vai até o quarto dela saber se ela está bem, e se depara com a moça desmaiada. Ele chama a ambulância.

Sem lar, sem emprego e sem ninguém, uma mulher liga para o abrigo da igreja e pede para que Hannah vá morar uns tempos lá até que a vida dela se restruture.


E é nesse momento que ela conhecerá o Toque....

Minha opinião:

Gente, esse filme mexeu comigo de uma maneira que não sei explicar. Eu contando assim até parece um filme bobo, porém ele não é.

O filme demora um pouco para começa os fatos. Logo no começo não fui com a cara dos diáconos que eram contra o projeto do abrigo. Poxa, um projeto que ia tirar pessoas das ruas, e os caras só queriam saber em quanto seria investido! Pelo amor de Deus!

Você cria nojo pela namorado da Hannah. Que tipo de homem, força a namorada a ser stripper e depois a força para ser uma prostituta? Só pode ser um monstro um cara desses!

Hannah tem problemas com a auto-estima. Ela se acha um lixo e só se ver como objeto sexual para satisfazer os homens.

Assim que o filme começa, você não entende porquê Hannah é tão revoltada, porém, em pequenos flashbacks, ela conta para Wanda os seus terríveis traumas. E minha gente! São terríveis! Por isso a classificação do filme é para maiores de 10 anos! Eu fiquei chocada e perplexa quando assistir as cenas. Eu ficava pensando: ''Jesus! Eles não são humanos! Não são humanos!''


O filme tem reviravoltas, uma trama bem envolvente e ele não cansa por nenhum segundo sequer.
Ele mostra o Toque de Deus em nossa vida e o quanto Deus nos ama e o quanto Ele muda nossa vida para melhor.

Pequeno spoiler: Hannah aceita Jesus como Salvador de sua vida!

Lembrando que a história de Hannah é real! O filme todo foi baseado em fatos reais! 

Existem muitas Hannah's por aí, necessitando do Toque do Senhor!
Deixa Deus tocar em seu coração.


Nota:(5/5)
✯✯✯✯✯

Não perca tempo! Vai logo assistir! O que achou da resenha? Comente! Não seja um leitor fantasma! 

Fiquem na paz do Senhor!



12 comentários:

  1. Que lindo !
    Com certeza vai entrar na minha lista de filmes para assistir.
    Ah, e eu também fiz uma resenha de filme lá no blog !
    Beijos, San.

    agarotaperfeita2.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Kelly
      Assiste sim ele é muito lindo.
      Já fui conferir sua dica

      Excluir
  2. Não sabia sobre esse filme.
    Com certeza vou querer assistir.
    Pergunta: os traumas dela são muito feios?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ele é ótimo Carmem. Assista ele e depois me diga o que achou.
      Bom, eles não são mostrados na tela, porém, você sente pelo olhar
      de agonia e tristeza da Hannah que eles foram fortes e que a
      destruíram por dentro...
      Beijos flor

      Excluir
  3. Adorei San! Outro filme que achei lindo foi
    Amo sem Limites
    E sobre a Hannah a gente entende o porque dela ser tão problemática.
    Dá uma pena do passado dela

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O amor sem limites foi o primeiro filme que resenhei no blog.
      Tá na hora de resenhar de novo né? 💕

      Excluir
  4. Parece ser muito bom mesmo, mais um filme para adicionar na minha inúmera lista de filmes para assistir KKK.
    Muitos beijos San!
    bibliadasmeninas.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ele é ótimo! E a mensagem é forte demais!
      Precisamos de Deus, acima de tudo!
      Beijos amada

      Excluir

❀¸¸.*♥*.¸¸.*☆ ❀
Não vai embora sem deixar seu comentário.
Sua opinião é muito importante para mim!♥
❀ ¸¸.*♥*.¸¸.*☆❀